Blog

Como gerir a manutenção de Equipamentos laboratoriais.

A gestão da manutenção dos equipamentos é uma das principais atividades que devem ser desempenhadas na administração de um laboratório. Portanto, deve fazer parte da rotina laboratorial calibrar, aferir, calibrar e controlar, periodicamente, a eficiência dos equipamentos e claro, realizar manutenções.

 

Afinal, a qualidade dos equipamentos está diretamente relacionada à confiabilidade dos resultados das análises.Ou seja, para que tenhamos resultados confiáveis, os equipamentos de medição devem  atender aos requisitos dos processos que estão inseridos, como erro, incerteza e resolução.

 

Além disso, deve-se levar em consideração os custos relacionados à falta de gestão eficiente. Esses custos podem ser derivados de vários fatores como perda de análises por falta de confiabilidade nos dados e consequente perda de matéria prima e insumos até mesmo o sucateamento dos equipamentos. 

 

É fato que, independente do equipamento, como balanças, HPLC, TOC, Sistemas de purificação de água, vidrarias entre outros, por melhores que sejam, apresentam perdas de algumas características funcionais com o passar do tempo. 

 

A periodicidade das atividades preditivas devem seguir critérios para evitar a ocorrência da não conformidade. 

 

Para entendermos melhor sobre a gestão de manutenção vamos exemplificar os tipos de manutenção. 

 

Manutenção preditiva: 

 

  • O que é : Acompanhamento periódico dos equipamentos por meio de dados coletados por técnicos.

  • Qual o objetivo: Antecipar a necessidade de serviços de manutenção.

  • Como é feita: É realizada por meio da constante análise dos indicadores principais (KPIs) para o bom funcionamento do equipamento.

  • Vantagens:  Ao realizar análises periódicas, diminui-se as chances de desmontagem do equipamento, aumenta a disponibilidade uma vez que reduz o número de paradas forçadas, aumenta a confiabilidade e a vida útil do equipamento, melhora o planejamento.

Manutenção preventiva

 

  • O que é : Ações planejadas e sistemáticas de atividades de prevenção e envolve programas de inspeção, reformas, reparos, entre outros.

  • Qual o objetivo: Diminuir interrupções imprevistas por falha ou quebra do equipamento e assegurar a qualidade. 

  • Como é feita: Revisões programadas com auxílio de técnicos e empresas especializadas. 

  • Vantagens: Aumento da vida útil dos equipamentos, diminuição do custo de manutenção e garantir a capacidade produtiva do laboratório. 

 

Manutenção corretiva

 

  • O que é : Manutenções que ocorrem após o equipamento apresentar um problema inesperado.

  • Qual o objetivo: Recuperar o equipamento para que ele retorne a operar dentro dos padrões necessários. 

  • Como é feita: Podem ser realizadas quando o técnico perceber um problema durante a manutenção preventiva ou quando o equipamento apresentar falha, quebra ou defeito. 

 

É indicado realizar a manutenção antes que o equipamento apresente algum tipo de problema.  O ideal é realizar manutenções planejadas para evitar danos ao equipamento.

 

Além disso, as normativas de qualidade e certificações estabelecem como requisito a calibração e manutenção periódica dos equipamentos.

 

Oferecemos serviços de calibração e manutenção. Atuamos há mais de 25 anos no mercado de soluções laboratoriais. Conte conosco.