Blog

22 atitudes para deixar o laboratório mais seguro

O principal objetivo das ações e medidas para segurança do trabalho é prevenir os acidentes, doenças ocupacionais e outras formas de agravos à saúde do profissional. 
Em cada ambiente de trabalho, é necessário que se tenha uma avaliação dos riscos ocupacionais (todas as situações que podem colocar em perigo a saúde do trabalhador) inerentes às atividades que serão executadas no local. 
 
Confira as 22 atitudes que devem ser tomadas para deixar os procedimentos e operações dentro dos laboratórios mais seguros. 
  1. No caso de cabelos longos, prenda-os adequadamente. Essa prática evita que os cabelos soltos entrem em contato com produtos químicos e minimiza os riscos de acidentes quando se utiliza chamas. 
     
  2. De acordo com a NR 32, o empregador deve vetar o uso de calçados abertos. Para atividades laboratoriais recomenda-se o uso de calçados fechados, sem salto alto e se possível, de couro.
     
  3. Utilize calça comprida jeans ou de algodão. Tecidos sintéticos devem ser evitados.
     
  4. Utilize jaleco ou avental comprido, de algodão, com mangas longas. Dê preferência para botões de pressão ou velcro bem como punhos com elásticos.
     
  5. Recomenda-se que não se utilize anéis, alianças, pulseiras, correntes, pulseiras, correntes, brincos longos, relógios e quaisquer outros tipos de adornos. 
     
  6. Evite a utilização de lentes de contato. Dê preferência para óculos.
     
  7. Caso o trabalhador apresente algum tipo de ferimento, deve-se fazer um curativo e proteger a ferida adequadamente. 
     
  8. Utilize os equipamentos de proteção individual (EPIs) como óculos de proteção,  luvas, respiradores e máscaras  de acordo com a necessidade do procedimento que será realizado. 
     
  9. Evite levar as mãos aos olhos, boca, nariz e rosto após entrar no laboratório. 
     
  10. Não armazene, mantenha ou consuma alimentos e bebidas dentro do laboratório.
     
  11. Jamais coloque mochilas, bolsas, jalecos, carteiras, casacos, telefones celulares ou quaisquer outros objetos, que não procedimentais, em cima das bancadas. Utilize corretamente o guarda-volumes.
     
  12. Laboratório não é lugar de brincadeiras. Não corra, evite realizar movimentos bruscos, tenha calma e cautela. Lembre-se que manter a segurança e evitar situações que possam colocar em risco os demais trabalhadores e você mesmo é dever de todos. 
     
  13. Organização no ambiente de trabalho. Durante suas atividades, mantenha sempre uma rotina de organização. Identifique e organize matérias primas, reagentes, resíduos, armários, vidrarias etc.
     
  14. Realize o manuseio das substâncias, equipamentos e vidrarias com cuidado e atenção.
     
  15. Não cheire e nem experimente reagentes/matérias-primas ou quaisquer outras substâncias.
     
  16. Caso tenha alguma dúvida sobre a manipulação e manuseio correto de um reagente/substância, resíduo, equipamento ou sobre qualquer outra coisa, pare e procure ajuda. 
     
  17. Mantenha registro de controle da utilização de equipamentos, consumo de reagentes/matéria-prima, resíduos e outras ações para que seja possível a rastreabilidade das operações.
     
  18. Controle o acesso aos laboratórios. Apenas pessoas autorizadas devem ser permitidas nessas áreas. 
     
  19. Faça o correto descarte dos materiais. Evite contaminações e riscos para as pessoas, animais e para o meio ambiente. 
     
  20. Programe a manutenção preventiva dos equipamentos. E em caso de quebra, falha ou defeitos, avise o setor responsável. 
     
  21. É recomendável que não se trabalhe sozinho no laboratório. Ter um companheiro, pelo menos, é importante para uma ajuda ou testemunha em caso de acidente.
     
  22. Antes de deixar o laboratório lave bem as mãos.


​Lembrem-se: É função de todos minimizar os riscos ocupacionais e proporcionar a ambos, trabalhador e empregador, um ambiente de trabalho saudável e seguro.

 
Até breve.