Blog

Química na USP e na UFSCar - como o curso é absorvido na visão dos alunos?

Química na USP e na UFSCar: terminei a graduação. E agora?

Que o município de São Carlos abraça duas das principais universidades do país – a Universidade de São Paulo, a USP, e a Universidade Federal de São Carlos, a UFSCar -, muita gente já sabe. O que poucas delas imaginam, no entanto, é que o curso de Química é lecionado em ambas as universidades.

Também por isso, nós, da SC Química, nos propusemos a entrevistar dois alunos. O primeiro deles, Eduardo Rodrigo de Oliveira, 26, é mestrando em Biotecnologia pela Universidade Federal de São Carlos.

Para ele, que é formado em Biotecnologia na mesma instituição, São Carlos representa um terreno extremamente fértil para as áreas químicas e biotecnológicas. No entanto, o que faltam são estímulos para o desenvolvimento e para a própria ampliação das iniciativas que já existem.

“Em São Carlos, podemos observar o ParqTec e o Parque Tecnológico do Damha, que nada mais são do que incubadoras de empresas que pertencem às áreas químicas e biológicas. O problema é que, por serem empresas de alto custo, seus crescimentos acabam sendo um pouco travados”, pontua.

Quando perguntado a respeito da recorrência com a qual os equipamentos laboratoriais são lançados e no quanto isso interfere na rotina dos profissionais que atuam nesse tipo de espaço, Oliveira foi enfático:

“Surge muita coisa sim, aparecem coisas novas o tempo todo. Mesmo que com diversas novidades ligadas à instrumentação sendo trazidas de fora do Brasil, muito se tem feito para potencializar os setores químicos e biotecnológicos em São Carlos”, finaliza.

O outro olhar

Já para o segundo dos alunos entrevistados por nossa equipe, o mestrando em Química pela UFSCar Murilo Paix, também de 26 anos, o foco do curso de Química lecionado nas duas maiores universidades do município de São Carlos deve ser cada vez mais concentrado nas próprias instituições de ensino.

“Recentemente, tive a oportunidade de conversar com um ex-professor a respeito dos rumos que a Química pode tomar em São Carlos principalmente para os alunos que estão deixando a graduação. Ao ouvir sua resposta, fiquei feliz ao saber que um de seus objetivos está ligado à manutenção dos alunos dentro da universidade”, afirma.

Para finalizar, Paix, que é formado em Química pela USP, também fez questão de destacar o quão consolidadas são as pesquisas acadêmicas trabalhadas em ambas as universidades.

“É claro que devemos levar em conta o fato de São Carlos ser considerado um polo industrial bastante forte. No entanto, as pesquisas acadêmicas, sobretudo as de pós-graduação, têm colaborado e muito para uma formação mais específica dos alunos. Não restam dúvidas de que esse representa um caminho para lá de interessante”, conclui.

A SC Química

A SC Química acredita que a multidisciplinaridade representa uma das peças-chave da formação do químico contemporâneo. Além disso, a instituição também pressupõe – e apoia - que os crescimentos das graduações e pós-graduações dos cursos químicos e biotecnológicos oferecidos em São Carlos têm tudo para fazer bem ao município.

Em outras palavras, a SC Química acredita em São Carlos e em suas universidades!