Blog

IQSC: o epicentro da pesquisa química em São Carlos

A pesquisa química em São Carlos se consolidou por volta de 1960, com os primeiros laboratórios da USP estabelecidos no edifício Casa D’Itália. Mais tarde, o local passou a abrigar o Centro de Divulgação Científica e Cultural da USP (CDCC), e desde 1972 a cidade conta com o prestigiado Instituto de Física e Química de São Carlos (IQSC).
 
O IQSC se mantém na posição de vanguarda do ensino e pesquisa química, com um curso de graduação 5 estrelas e programa de pós-graduação com nota máxima na avaliação CAPES. Hoje, a instituição já soma mais de 40 grupos de pesquisa ativos e mais de 40 mil artigos publicados.
 
Orgulhosamente, temos uma das unidades da USP com maior produção científica per capita, além de um parque de equipamentos de pesquisa de última geração.
 
Vamos conhecer alguns dos principais grupos de pesquisa química que estão impulsionando a ciência de São Carlos:
 
Grupo de Biofísica
 
O grupo de biofísica do IQSC estuda as propriedades espectroscópicas de compostos com atividade biológica (fármacos) e sua interação com sistemas biofísicos (membranas e proteínas). No laboratório de cultura celular, o grupo vem desenvolvendo estudos de interação de drogas antitumorais, que envolvem testes de toxicidade, dosagem de drogas e acompanhamento do metabolismo.
 
O objetivo é encontrar novos métodos eficazes contra o câncer, como a Terapia Fotodinâmica.
 
Grupo de Química Inorgânica e Analítica
 
No grupo de química inorgânica e analítica, os pesquisadores investigam a fórmula do sabor dos alimentos e sua qualidade nutricional.
Para isso, utilizam equipamentos como cromatógrafos, espectrômetros e sistemas eletroquímicos para analisar as reações químicas dos alimentos e descobrir o perfil de aroma, impactos do processamento e mudanças físicas.
 
Grupo de Eletroquímica
 
O grupo de eletroquímica se destaca no IQSC por atuar em uma das áreas mais importantes da pesquisa química moderna, capaz de criar soluções para conversão eletroquímica de energia e proteção do meio ambiente.
Nesse sentido, os pesquisadores se articulam ao redor do aproveitamento energético do etanol e desenvolvimento em hidrogênio e células a combustível. O grupo já desenvolveu e testou com sucesso módulos de células a combustível de polímeros sólidos de 100 W, com excelentes perspectivas para o futuro.
 
Pelo futuro da pesquisa química em São Carlos
 
Se depender da São Carlos Química, a pesquisa química em São Carlos terá as melhores soluções laboratoriais à disposição para ganhar o mundo com suas inovações. Afinal, acreditamos em nossos pesquisadores e fornecemos o arsenal tecnológico perfeito para alavancar projetos – para o bem da universidade, da ciência e da sociedade.
 
Para acompanhar os avanços científicos do IQSC, vale a pena acompanhar o site oficial e a área de pesquisa.